sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

CULTIVAR A VIDA, CUIDAR DO PLANETA


Estamos falando, discutindo e refletindo sobre a questão ecológica já faz alguns anos. E não é por acaso. Nestes últimos tempos vemos como a vida em nosso planeta está sendo ameaça. O descuido e o descaso pela natureza são marcados por uma forma de desenvolvimento social, econômica e tecnológica que não privilegia, em primeiro plano, a defesa da sociobiodiversidade. Nunca se viu tamanha irresponsabilidade por parte da nossa sociedade.
Torna-se urgente para todos nós uma mudança de postura frente à realidade planetária em que vivemos. Não se pode continuar alimentando a ideia de progresso econômico a qualquer custo. A vida na Terra reclama por respeito e cuidado.
Em sintonia com a Campanha da Fraternidade de 2011, organizada pela CNBB, cujo tema “Fraternidade e Vida no Planeta” e o lema “A criação geme em dores de parto” (Rm 8, 22), queremos reforçar a nossa ideia em defesa do nosso planeta e da vida que nele se encontra. É preciso voltar a nossa atenção para essa questão. O aquecimento global e as mudanças climáticas são realidades presentes em nosso meio. A ecologia necessita do olhar cuidadoso e atento de nós, seres humanos.
Considerando as transformações já existentes em nosso planeta, devido o próprio ciclo natural e as interferências humanas, a nossa atitude, como guardiões da Terra, deve ser de cultivo e cuidado. Cultivar a vida e ao mesmo tempo cuidar do planeta são duas instâncias intrinsecamente ligadas. Esse é o convite feito a nós nesses últimos anos. Não dá para descartar esse compromisso. Se cultivarmos e cuidarmos da nossa “Casa comum” estaremos contribuindo com a nossa própria preservação.
Cultivar e cuidar da vida, da sociobiodiversidade da Terra, é o grande desafio que temos na atualidade. Assumindo o apelo da mãe natureza com responsabilidade poderemos garantir a nossa sobrevivência na “Casa comum”.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

O INÍCIO DE UMA CAMINHADA


O Eco das Ideias está iniciando sua caminhada de elaboração e divulgação de seu pensar. Está abrindo um espaço para refletir novas e velhas construções já realizadas na história do pensamento. Não se tem aqui pretensões elevadas, apenas se quer dá evasão à reflexão de temas que são pertinentes à vida em geral. A jornada é longa e exige preparo, por isso no Eco das Ideias se vai caminhar sem parar. Viajar-se-á pelo universo infinito que é o saber humano. Uma ótima e aventurosa caminhada.