segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A INTERDEPENDÊNCIA ENTRE SER HUMANO E NATUREZA


Vivemos num Universo onde os vários elementos estão conectados e dependentes. Uma coisa necessita de outra para se manter. A nossa reflexão parte, justamente, desse ponto: da integralidade e interdependência existente entre ser humano e natureza.

Assim como os demais elementos do Universo, o ser humano é um ser interdependente e interligado. Ele necessita de fontes vitais para sobreviver, e tais fontes são encontradas precisamente na sua “casa comum”, no planeta Terra, na natureza.

A natureza fornece aos seres humanos uma infinidade de recursos. Ela concede à humanidade as condições necessárias para a vida. Entretanto, quase não pensamos sobre a nossa relação com o planeta, nem paramos para perceber que só respiramos porque temos o oxigênio que nos envolve; que as plantas realizam o processo de fotossíntese porque liberamos gás carbônico. São detalhes que passam despercebidos, mas que são essenciais para a nossa existência. Não refletimos ainda o quanto é importante a água, a luz solar, as florestas e tantas outras coisas existentes na Terra.

É! O ser humano deixou, ou talvez, não pensou como ser integrado na natureza. Se houvesse meditado sobre tal assunto não teria provocado alguns danos à sua própria “casa”, ou quem sabe teria estabelecido uma relação diferente com a natureza.

A natureza e o ser humano estão, queira ou não, interligados. Um precisa do outro para viver. Se um sofre, o outro também sofre. Mas, detenhamos um pouco mais e pensemos: quando não cuidamos como se deve da vida no planeta, quem mais sofre o ser humano ou a natureza? Os dois são prejudicados, mas é bom frisarmos que nessa relação o efeito maior do descuido recai sobre o próprio ser humano.

Diante da imensidade do Universo, somos apenas um grão de areia, seres muito frágeis. Desse modo, que atitudes nos cabe para que possamos perdurar nesse planeta? Esta é uma pergunta que nos fica. Uma pergunta que pode ser respondida na pratica, com atos de zelo e responsabilidade pela nossa mãe Terra. Pare! Pense! Aja.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário